Messiado escondido!

OMessiaseasamaritana

FILHO DO HOMEM OU MESSIAS?

Quando Jesus perguntou a Pedro “Quem você diz que eu sou?” Pedro respondeu “O Cristo (Messias) de Deus” (Lucas 9:20-21) Jesus não se referia a si mesmo como Messias durante todo o seu ministério na terra. Ele se chamava de “Filho do homem”. Além disso, ele proibiu que os outros falem do seu messiado. Por quê? De acordo com a tradição judaica, o Messias seria reconhecido primeiro e apenas depois seria revelado para aqueles que não o reconheceram.

REVELANDO O SEGREDO

O único momento em que Jesus revela seu messiado, ele fala, não com um judeu, mas com uma mulher Samaritana. Ele disse “Eu sou ele (Messias), quem vos fala.” (João 4:26) A Bíblia especifica que esta revelação aconteceu quando seus discípulos foram até a cidade. Apenas o contexto da tradição judaica explica porque era tão importante que não houvesse nenhuma pessoa judia por perto!

O CONTEXTO JUDAICO DO NOVO TESTAMENTO

Esta história é um lindo exemplo de como o Novo Testamento testemunha suas raízes judaicas.

Olá Maria Digna, shalom de Israel.

Pouco antes da famosa cena com a mulher Samaritana (João 4), é revelado que os “discípulos de Jesus foram até a cidade para comprar carne”. Os detalhes parecem insignificantes. Mas, na verdade, esconde um dos segredos mais profundos do Messias…

@ recebido de:

Julia Blum, Professora de DBH/CJNT na eTeacher

Julia Blum, Professora de DAP / CJNT na eTeacher
Julia Blum
Professora de DAP / CJNT na eTeacher
eTeacher Grupo ESTÁ comprometido com OS Padrões Mais
Altos do regulamento CAN-SPAM. Se Você
NÃO gostaria de Receber Mais Mensagens Nossas,
por favor click here EO Seu endereco Sera removido imediatamente.
Se figado Mais Perguntas, Entre em Contato
Conosco usando Nossa Página de Contato on-line
OU Simplesmente envie Uma carta parágrafo:
Grupo eTeacher, Oholiav 8, Ramat -Gan, 52522, Israel.

“Conhecer a origem eo significado das palavras bíblicas é um aspecto crucial para a compreensão do verdadeiro sentido da Sagrada Escritura.”DR. ELI LIZORKIN-EYZENBERGDecano da Faculdade de Estudos Judaicos eTeacher

Incrível não?

Agora vejamos um pequeno resumo:

Origens do messianismo judaico [Fonte: Wikipédia]

No Tanakh (Antiga Aliança) que ficou conhecido como “Antigo Testamento, a palavra Messias (do hebraico משיח Māšîªħ, Mashiach ou Moshiach, Ungido, através do aramaico e transliterado, no grego do “Novo Testamento” como Μεσσιας) referia-se ao ungido por D’us, o rei ou governante de Israel.[3]

Nos tempos após o exílio, o termo passou a ser usado como ha-Kohen ha-Mashiaḥ, ou o sacerdote ungido, se referindo ao Sumo Sacerdote de Israel.[3] Ciro, o Grande também foi chamado de messias (ungido por Deus) porque Deus fez ele ser vitorioso para que libertasse os judeus exilados.[3]

Um conceito do Judaísmo, refere-se, principalmente, à crença do Judaísmo posterior da futura vinda de um descendente do Rei David que iria reconstruir a nação de Israel e restaurar o reino de David, trazendo, desta forma, a paz ao mundo.

Ainda que a tradição religiosa judaico-cristã diga que o Messias já era uma profecia predita desde os tempos dos Patriarcas, este ensino veio a tomar mais forma após a destruição do Templo de Jerusalém. O retorno do Cativeiro, aliado a eventos históricos serviu para o aumento de um nacionalismo judaico, despertando uma esperança judaica pela reconstrução de sua nação e pelo governo de um rei levantado por Deus, que submeteria todos os povos à legislação da Torá.

Esta esperança messiânica aumentou ainda mais com o Domínio Romano sobre a Judeia no primeiro século. As diversas ramificações judaicas, pacíficas ou revolucionárias (como os zelotes), pretendiam obter sua independência do domínio romano, e inspirados pelo ideal da independência, acabaram por desenvolver ainda mais a crença no Messias libertador.

Da editora do blog Costumes Bíblicos:

Com esse material, subtendemos que, na verdade o segredo do messiado de Cristo estava então, sendo revelado apenas para aqueles que o Próprio Deus, Pai do Senhor Jesus, queria revelar. Lembremos do texto de Mateus 16.13-17; 20

“E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?
E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas.
Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?
E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.
Então mandou aos seus discípulos que a ninguém dissessem que ele era Jesus o Cristo.”
Viu?

Agora podemos entender melhor o Salmo 25.14

O segredo do Senhor é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança. “

Os judeus não quiseram amizade com o Senhor Jesus, antes O desprezou. (Veja Jo 8.14; 1.31) Por quê então o Senhor se revelaria como o Cristo de Deus para eles? [Ele foi rejeitado pela descendência de Abraão! (Lc 23.18,21)] Não naquele momento. Pois eles precisam O reconhecer, pra depois o Messias se revelar e isso vai perdurar até os fins dos tempos! (Veja Mt 23.39; Sl 118.26; Lc 13.35)

Até a próxima!

Fica na paz!

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *