O Segundo Templo

O templo de Salomão

Uma das reconstruções do Templo se deu por volta de 19 a.C. quando o ambicioso rei Herodes começou sua obra de construção. O templo era maior que o do rei Salomão, mas seguia a mesma planta e era ricamente decorado, com paredes revestidas de ouro. (Veja “O templo de Herodes”)

O primeiro Templo é chamado de Templo de Salomão porque foi construído pelo rei Salomão (2Rs 5–8) por volta de 966 a.C. (1Rs 6.1). Esse Templo foi saqueado (2Cr 36.7) e destruído pelos babilônios quando os judeus foram levados cativos em 586 a.C. (2Rs 25.9). O segundo Templo da Escritura é, por vezes, referido como Templo de Zorobabel porque foi reconstruído sob a liderança de Zorobabel (515 a.C.), quando os judeus retornaram dos 70 anos de cativeiro babilônico (Ed 6.13-15). O ministério dos profetas pós-exílicos Ageu e Zacarias foi, em grande parte, dedicado a motivar os repatriados a reconstruir esse segundo Templo (Ed 5.1,2; Ag 1.1-15). Ele, posteriormente, foi profanado pelo rei  selêucida Antíoco IV Epifânio durante o período intertestamentário (170-164 a.C.). A profanação do Templo pelo governo selêucida, bem como o livramento, foram preditos 400 anos antes pelo profeta Daniel (Dn 8.9-14; 11.31,32), do sexto século do exílio. Essa libertação intertestamentária também constitui o motivo da festa judaica conhecida como Festa das luzes ou Hanukah, que significa “dedicação” (Jo 10.22). O segundo Templo foi renovado e ampliado anos depois pelo rei Herodes (Jo 2.20) e estava presente no tempo de Cristo, no Novo Testamento. Por exemplo: Jesus, ainda jovem, entrou no Templo e confundiu os líderes religiosos com Sua sabedoria (Lc 2.41-50); na fase adulta, Ele expulsou os cambiadores do Templo (Jo 2.12-22); Satanás levou-o ao pináculo  do Templo para ser tentado (Mt 4.5); os discípulos chamaram a atenção de Cristo para a beleza do Templo (Mt 24.1); e a Igreja primitiva reunia-se no pátio do Templo (At 2.46). Todas essas passagens são referências ao segundo Templo judeu construído sob a liderança de Zorobabel e renovado por Herodes. Esse Templo foi destruído pelos romanos quando estes invadiram Jerusalém em 70 d.C. Todavia, 40 anos antes da invasão, Jesus profetizou que esse segundo Templo seria destruído (Mt 24.2; Lc 19.41-43), lembrando-nos de que Deus está mais preocupado com o coração da adoração do que com o local da adoração.

Saiba mais no SITE

Paz a todos!

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *