Introdução ao Céu e ao Inferno

introduçãoaocéueaoinfernoPara onde iam as pessoas que morriam antes da crucificação de Cristo?

Alguns estudantes da Bíblia consideram que, antes de Jesus morrer, as almas de todos os homens desceram para uma habitação localizada em algum lugar na terra conhecido como Hades, no Novo Testamento, ou Sheol, no Antigo Testamento. Originalmente, havia duas sessões do Hades, uma para os salvos e outra para os perdidos. A seção dos salvos é, às vezes, chamada de paraíso e, outras vezes, chamada de seio de Abraão (Lc 16.22; 23.43).

O nome da seção dos não salvos não é mencionado, somente a designação geral do Hades. Em Lucas 16.19-31, o Salvador faz o relato de um pobre crente, que morreu e foi para a parte do Hades relativa aos salvos, e de um descrente rico, que morreu e foi para a seção dos não salvos.

Algumas conclusões extremamente interessantes podem derivar desse relato histórico relacionado a Cristo.

  • As atividades dos anjos que levam os crentes até a recompensa.
  • As possibilidades de um corpo pré-ressurreição, intermediário, para os perdidos e para os salvos.
  • A ironia de um habitante do inferno querer tornar-se um ganhador de almas.
  • A natureza do pedido do homem rico – que Lázaro fosse enviado para testemunhar aos cinco irmãos perdidos -, concluindo que, se algum dos mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.

Esse patético pedido foi negado, é claro, simplesmente porque não teria dado certo. O fato importante é que Cristo realmente ressuscitou um homem chamado Lázaro alguns meses depois. Quais foram os resultados disso? Isso fez com que os judeus descrentes fossem ao Salvador? Dificilmente. Na verdade, aconteceu o contrário apenas, pois os perversos fariseus não só decidiram matar Jesus por Sua ação (Jo 11.53), mas planejaram (se necessário) assassinar o Lázaro ressuscitado também (Jo 12.10,11).

Entretanto, muitos acreditam que tudo isso mudou depois que, no Calvário, Cristo pagou completamente pelos nossos pecados. A Scofield Bible sugere que, na época de Sua morte e ressurreição, nosso Senhor desceu ao Hades, retirou os salvos até aquele tempo e liderou uma entrada espiritualmente triunfal no paraíso (Ef 4.8-10).

Em seu livro, Revelation, o falecido Dr. Donald Barnhouse apoia esta visão:

“Quando Ele ascendeu ao alto, Ele esvaziou o Hades e levou os salvos diretamente ao paraíso. O cativeiro foi levado cativo. […] Desse momento em diante, não há mais nenhuma separação para aqueles que acreditam em Cristo. As portas do inferno nunca mais prevalecerão contra qualquer cristão (Mt 16.18)”. (Revelation. p. 380).

Para onde vão as pessoas que morrem agora – após a morte e a ressurreição de Cristo?

O estado dos mortos não salvos permaneceu (e permanece) imutável após a cruz. Eles continuam no Hades, esperando o último julgamento do grande Trono Branco (Ap 20.11-15).

Isso significa que o homem rico e perdido ainda está no Hades, sendo acompanhado por Judas, Herodes, Nero, Hitler etc., e continuará lá até depois do Milênio e da ressurreição dos injustos (Ap 20.5).

Mas, uma mudança gloriosa ocorreu acerca do estado dos que dormem em Jesus (At 7.55,59,60; 2Co 5.8; Fp 1.21,23). Portanto, de acordo com esses versículos, juntamente com outros crentes que se foram, Estêvão e Paulo estão no paraíso com Cristo agora. Nas Escrituras, Paulo refere-se a esse lugar como terceiro céu (veja 2Co 12.1-4).

O DESTINO DO HOMEM

O que o cristianismo evangélico fala sobre o destino do homem?

Os crentes estarão com Jesus. Após a morte, todos esperarão pelo julgamento final. Os salvos e os perdidos serão ressuscitados. Os crentes viverão com Jesus no céu. Os perdidos sofrerão o eterno tormento da separação de Deus (inferno). A  ressurreição corporal de Jesus garante, aos crentes, que eles também serão ressuscitados e receberão um corpo novo e imortal.

Até a próxima!

Fica na paz!

Visita o SITE

, ,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: