Ebede-Meleque, o cuxita

ebede-meleque

Ebede-Meleque era um eunuco etíope que servia na casa do último rei do reino de Judá, Zedequias.

Uma das histórias mais comoventes dessa seção narrativa (livro do profeta Jeremias) é o resgate de Jeremias por um oficial da corte africano chamado Ebede-Meleque (“servo do rei”). Sob pressão de seus próprios oficiais o rei Zedequias deu-lhes permissão para prender Jeremias em um calabouço no átrio da guarda (Jr 38.1-6). Mergulhado na lama e nos próprios detritos, Jeremias foi abandonado à morte. Porém, um oficial da corte de origem africana, um cuxita da Etiópia, propôs-se a resgatar o profeta. Ebede-Meleque arriscou a própria vida insistindo para que Jeremias fosse liberto e tratado de forma mais humana (Jr 38.7-10).

Nessa história, o etíope dedicou-se ao resgate do profeta e, mais tarde, foi salvo por sua intervenção (Jr 39.13-18). Na história oposta de Atos 8.26-39, o profeta evangelista Filipe foi ao auxílio de um oficial etíope na estrada para Gaza. Ele ouviu-o ler o texto de Isaías 53 e conduziu-o à fé em Jesus como o Messias prometido.

hebraico

Impressionante como Deus usa pessoas que não esperamos, para estender a mão para nós e nos resgatar de diversas situações imprevisíveis! Fique atento. Observe o seu dia-a-dia. veja a movimentação ao seu redor..não desfaleça. Ainda que tudo pareça estar submergido na lama e no caos, Deus sempre lembrará de nós. Acredite, o tempo pode passar sem que vejamos nenhuma saída. Atitudes que tomamos em socorro de alguém, ainda que esse alguém, não professe nossa fé, nunca será em vão. Deus é sábio. E, em sua sabedoria, Ele entra em atividade para dar a cada um, o retorno das obras. Boas ou más!

Veja mais sobre essa história no SITE: Jeremias

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *