Profecias sobre o Milênio

profeciassobreomilênio

O Templo seria reconstruído (Is 2.2; Ez 40–48; Jl 3.18; Ag 2.7-9; Zc 6.12,13).

Israel seria reunida (Is 43.5,6; Jr 24.6; 29.14; 31.8.6-8; Mt 24.31).

Israel reconheceria seu Messias (Is 8.17; 25.9; 26.8; Zc 12.10-12; Ap 1.7).

Israel seria purificada (Jr 33.8; Zc 13.1).

Israel seria regenerada (Jr 31.31-34; 32.39; Ez 11.19,20; 36.26).

Israel mais uma vez se relacionaria com Deus por casamento (Is 54.1-17;62.2-5; Os 2.14-23).

Israel seria exaltada acima dos gentios (Is 14.1,2; 49.22,23; 60.14-17; 61.6,7).

Israel se tornaria testemunha de Deus (Is 44.8; 61.6; 66.21; Ez 3.17; Mq 5.7; Sf 3.20; Zc 8.3).

Cristo governaria Jerusalém com cajado de ferro (Sl 2.6-8,11; Is 2.3; 11.4).

Davi ajudará este governo como vice-regente (Is 55.3,4; Jr 30.9; Ez 34.23; 37.24; Os 3.5).

Todos as doenças seriam removidas (IS 33.24; Jr 30.17; Ez 34.16)

A maldição original (Gn 3.17-19) sobre a criação seria neutralizada (Is 11.6-9; 35.9; 65.25; Jl 3.18; Am 9.13-15).

O lobo, o cordeiro, o bezerro e o leão se deitarão juntos em paz (Is 11.6,7; 65.25).

Uma criancinha brincaria com segurança com serpentes venenosas e aranhas (Is 11.8).

A morte física seria aniquilada (Is 25.8).

Todas as lágrimas seriam enxugadas (Is 25.8; 30.19).

O surdo ouviria, o cego veria, e o coxo andaria Is 29.18; 35.5,6 61.1,2; Jr 31.8).

O conhecimento do homem acerca de Deus aumentaria grandemente (Is 41.19,20 54.13; Hc 2.14).

Nenhuma opressão social, política ou religiosa (Is 14.3-6; 49.8,9; Zc 9.11,12).

Ministério pleno do Espírito Santo (Is 32.15; 45.3; 59.21; Ez 36.27; 37.14; Jl 2.28,29).

O próprio Cristo seria o bom, o grande e o principal Pastor (Is 40.11; 49.10; 58.11; Ez 34.11-16).

Um tempo de canto universal (Is 35.6; 52.9; 54.1; 55.12; Jr 33.11).

Um tempo de oração universal (Is 56.7; 65.24; Zc 8.22).

Uma linguagem unificada (Sf 3.9).

Os desertos floresceriam (Is 35.1,2).

A glória de Deus seria vista por todas as nações (Is 60.1-3; Ez 39.21; Mq 4.1-5; Hc 2.14).

A longevidade do homem seria restaurada (Is 65.20).

Paz universal (Is 2.4; 32.18).

Santidade universal (Zc 13.20,21).

A luz solar e lunar aumentaria (Is 4.5; 30.26; 60.19,20; Zc 2.5).

A Palestina seria grandemente aumentada e modificada (Is 26.15; Ob 1.17-21).

Um rio fluiria de leste a oeste do monte das Oliveiras para o Mediterrâneo e o mar Morto (Ez 47.8,9,12; Jl 3.18; Zc 14.4,8,10).

Jerusalém seria conhecida como Jeová-Tsidkenu (o Senhor, nossa justiça), e Jeová-Shamá (o Senhor está aqui) (Jr 33.16; Ez 48.35).

Jerusalém se tornaria o centro de adoração mundial (Is 2.2,3; Mq 4.1).

As ruas de Jerusalém seriam repletas de meninos e de meninas brincando (Zc 8.5).

A cidade ocuparia um local elevado (Zc 14.10).

A cidade terrestre teria 9,5 quilômetros de circunferência (Ez 48.35).

A celestial, uma cidade suspensa (nova Jerusalém) teria [aproximadamente] 2400 por 2400 por 2400 quilômetros (Ap 21.10,16).

Leia mais sobre o assunto no SITE: POSFÁCIO: MILÊNIO E CIDADE ETERNA

,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: