Por que Jesus queria manter secreta Sua identidade?

Em todo o Evangelho de Marcos, Jesus diz aos outros para não revelarem Sua identidade – aqueles a quem curava ou ressuscitava dos mortos, os discípulos que o reconheciam como o Cristo e os demônios que sabiam Sua verdadeira identidade.
Por que Jesus ordenou àquelas a quem curava e aos que reconheciam Sua verdadeira identidade que mantivessem a cura e Sua identidade em segredo? A resposta envolve a forma como as autoridades romanas teriam reagido a um pregador muito popular que proclamava a vinda do Reino de Deus realizava curas milagrosas e permitia que Seus seguidores o chamassem de o tão esperado Messias e Rei de Israel. As autoridades romanas não teriam tolerado tal situação e procurariam imediatamente suprimir tal movimento. No Império Romano, não havia espaço para outro reino ou para um salvador messiânico.
Assim, embora Jesus se fizesse conhecido a Seus discípulos como o Messias (Mc 8.26-30), Ele não tinha a intenção de tomar Roma. Assim, era necessário que o Mestre ensinasse sobre o Reino de Deus por meio de parábolas (Mc 4.10-12), a fim de minimizar a agitação criada por Seus milagres (Mc 1.22; 7.36), para esconder Sua presença, às vezes, das pessoas (Mc 7.24;9.30,31), para não revelar Seu ensino às pessoas de fora (Mc 4.10-13) e para ordenar aos que conheciam Sua verdadeira identidade que não a revelassem (Mc 1.25; 8.29,30). Jesus “veio para […] dar a sua vida em resgate de muitos” (Mc 10.45), e não para levar a nação de Israel a uma revolta contra Roma.
Até a próxima!
Fica na paz!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: