O QUE SERIA A ESPERANÇA DIVINA PARA AS NAÇÕES DO MUNDO?

O que seria a esperança divina para as nações do mundo?


Tanto o Antigo como o Novo Testamento afirmam que o Senhor é o único Deus verdadeiro e que Ele é supremo sobre todas as nações e sobre todos os povos da história. As Escrituras declaram que essa supremacia é verdadeira, mesmo quando os governantes das nações não creem ou reconhecem esse Deus único e verdadeiro. Os reis e os imperadores podem acreditar que controlam aquilo que acontece em seu domínio, mas eles estão errados. O Senhor Deus está sempre no controle.
Os profetas do Antigo Testamento, incluindo Jeremias, declararam que o Senhor Deus de Israel decide quem se torna rei ou imperador de cada nação. Esses governantes foram considerados responsáveis, diante de Deus, pela moralidade de suas políticas e pelo modo como elas foram realizadas.
O Senhor lida com as nações objetivando sempre levá-las a voltarem-se para Ele. O Altíssimo quer que todos os povos obedeçam a Ele e às Suas leis; se não reconhecerem a realidade do Deus único e verdadeiro, sofrerão severa condenação. Todavia, o Pai aliviou o castigo contra certas nações, prometendo que um remanescente permaneceria para continuar sua história.
O Senhor deseja a conversão, a devoção e o compromisso de todas as nações da Terra para com Ele. Deus sempre quis que todas as pessoas vivessem em retidão e experimentassem a alegria que é verdadeiramente adorá-lo.
Meditando em: Jeremias 45.1-5
Baruque serviu Jeremias por muito tempo, escrevendo o seu livro de lutas e julgamentos e agora estava incomodado. O rei Jeoaquim ameaçou matar Jeremias e Baruque, o que forçou o profeta e seu escriba a esconderem-se. Baruque estava fisicamente exausto e sentiu pena de si mesmo.
Deus disse a Baruque para evitar a tentação de lutar pela própria grandeza. Baruque podia depender da provisão divina, sem importar o problema que surgisse no caminho. O Senhor cumpriu a Sua promessa.
É fácil perder a alegria de servir Deus quando nossos problemas dominam-nos e perdemos de vista o cuidado do Senhor por nós. Quanto mais deixamos de olhar os nossos sacrifícios de acordo com os propósitos do Altíssimo, mas frustados ficamos. Quando servir a Deus , passe um tempo habitando nas bençãos que Ele deu-lhe. Assim, seu serviço se tornará mais motivado pela gratidão.
Pare um tempo agora para refletir sobre onde Deus colocou-o e os caminhos em que o fortaleceu a cada estação da vida.
Até a próxima! Fica na Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *